VEJA COMO O SONO INFLUENCIA A SAÚDE FÉRTIL



Os hormônios sexuais são responsáveis por regular a função reprodutiva, entretanto a regulação de tais hormônios depende do nosso ciclo circadiano. Retomando esse termo, o ciclo circadiano refere-se ao período de 24 horas em que as atividades biológicas do nosso corpo serão mantidas. Dessa maneira, a síntese, a secreção e o metabolismo de diversos hormônios dependem desse ciclo.


Alterações no sono decorrente de particularidades individuais acabam alterando a secreção de hormônios sexuais. Manter a qualidade e horas adequadas de sono tornam-se estratégias fundamentais para evitar a diminuição da produção de testosterona e esteróides, além da redução da motilidade espermática, e consequentemente evitar problemas de fertilidade.


Interação entre o sono e a fertilidade em homens


A privação do sono pode reduzir as concentrações de testosterona no sangue, como já citado anteriormente, entretanto, a hora de dormir (<22:30) e a duração do sono (7,5 - 8 horas) são condições associadas à qualidade do sêmen. Conduzir o paciente a adotar estratégias para dormir em horários adequados e otimizar a duração do sono é essencial para a saúde reprodutiva masculina, podendo auxiliar também no tratamento da fertilidade


Interação entre o sono e a fertilidade em mulheres


Alguns hormônios sexuais femininos podem sofrer alterações de acordo com os padrões de sono. As principais modificações que podemos citar com relação a privação de sono são: aumento do hormônio estimulador da tireóide (TSH) e prolactina, levando a ausência de ovulação, diminuição da atividade do hormônio luteinizante (LH) e do hormônio folículo-estimulante (FSH).


Portanto, um sono regular e com duração adequada é de suma importância para um estado reprodutivo saudável, tanto em homens quanto em mulheres. Dormir em locais escuros e silenciosos, evitar o consumo de bebidas estimulantes como café, guaraná e chá preto depois das 18 horas, evitar o uso de celulares e computadores ao se deitar, acordar sempre no mesmo horário e evitar cochilar durante a tarde, são estratégias que podem ajudar seu paciente a melhorar os padrões de sono.


Para um estudo mais aprofundado sobre o tema, segue sugestões de leitura:

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7101004/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7181488/

31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo