Suplementação com cafeína - Novas informações e recomendações para o uso da cafeína com segurança

QUER SABER MAIS SOBRE CAFEÍNA E ESPORTE?


SE LIGA NESTE ARTIGO CIENTÍFICO QUE FOI PUBLICADO HÁ ALGUNS DIAS.


Você pode acessá-lo clicando no link abaixo:

International_society_of_sports_nutritio
.
Download • 1.05MB

A suplementação com cafeína tem sido umas das mais utilizadas no mundo por proporcionar inúmeros benefícios durante o exercício, entre eles: resistência muscular, velocidade de movimentos, força, corrida, salto e outras vantagens para os praticantes de atividade física aeróbica (corrida, natação, maratonas e outros) ou anaeróbica (musculação).



No posicionamento da Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva, descrita no artigo acima, eles mostram que praticantes de atividade física aeróbica podem ter mais benefícios com o consumo deste nutriente, tais como, maior mobilização de gordura para uso de energia e melhora no perfil de resistência, além de poder ser usada como pós-treino para recuperação energética junto com o carboidrato.


A dose usual padrão é calculada de forma individualizada, podendo variar entre 3 – 6 mg de cafeína por quilo de peso do indivíduo. Doses inferiores podem funcionar, mas não possuem grande comprovação científica de outros estudos publicados. Já uma dosagem superior a 6mg de cafeína por kg pode gerar efeitos colaterais e sem necessariamente aumentar a performance ou trazer qualquer outro benefício.


O tempo para se consumir a cafeína antes do exercício pode variar de acordo com sua forma de apresentação, ou seja, gel, cápsula, goma, chiclete ou em pó. Isso porque o tempo de absorção da cafeína varia de acordo com sua apresentação. Normalmente, recomenda-se a ingestão 60 minutos antes do treino.


A cafeína pode ser utilizada por indivíduos treinados e não treinados, possibilitando benefícios para esses dois tipos de grupo.

Por ser uma suplementação EXTREMAMENTE INDIVIDUALIZADA, procure um profissional nutricionista para te auxiliar na quantidade, na forma de apresentação, no momento correto e no tempo a ser consumida antes da atividade. Pode ser que seja necessário dividir a dose recomendada ao longo do dia e não ingerir de uma única vez, visando evitar efeitos colaterais, como palpitação, ansiedade, sensação de desmaio, enjoo, vômitos e outros efeitos mais sérios, que podem vir acontecer.


Cada indivíduo metaboliza o nutriente de uma forma, por isso, pode ser necessário, inclusive, teste genético para garantir o uso dessa suplementação e evitar prejuízos à saúde!

Apesar de ser liberada, até no meio olímpico, se não utilizada de forma correta pode causar danos à saúde.


62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo